write my essay for me

Voltar Como escutamos

Para compreender melhor o que vamos explicar acompanhe o texto abaixo:

Siga o texto abaixo no desenho do esquema do ouvido com o “caminho” do som percorrido enquanto o sino toca.

txtNeurinoma

O ouvido é dividido basicamente em ouvido externo, médio e interno.

O externo compreende a orelha e o canal externo do ouvido e termina no tímpano (membrana do tímpano).

O médio compreende o tímpano, os ossinhos do ouvido (martelo, bigorna e estribo e a parte chamada mastóide. que são pequenas cavidades ósseas cheias de ar como um “queijo suíço”. Todo este espaço é fechado tendo uma única comunicação com o fundo do nariz que se abre periodicamente, que é a tuba auditiva ou trompa de Eustáquio, por isso que quando assoamos o nariz às vezes sentimos o ar ir para o ouvido e ele fica um tempo tampado.

O tímpano é uma membrana de pele muito fina, que fecha o fundo do canal externo do ouvido e divide este canal do ouvido médio. Esta membrana é muito móvel e vibra como se fosse uma membrana de um tambor.

O ouvido interno corresponde à cóclea, labirinto e canal auditivo interno. Da cóclea sai o nervo auditivo que vai pelo canal auditivo interno até o cérebro. Neste canal interno que é de osso também passa o nervo facial (responsável pela movimentação de músculos da face) e o nervo vestibular (responsável pelo equilíbrio). Este canal tem ligação direta com a cavidade dentro de nossa cabeça onde está o cérebro.

O som se espalha através de uma vibração pelo ar. Esta vibração é captada pela orelha externa (pavilhão auditivo e canal externo do ouvido), atinge a membrana do tímpano que funciona como se fosse uma membrana de um tambor muito sensível. Estas vibrações fazem a membrana timpânica vibrar. Na membrana do tímpano encontra-se fixado um pequeno osso chamado martelo. O martelo está articulado em um outro osso chamado bigorna que pôr sua vez articula-se no estribo. Este conjunto de pequenos ossos se movimenta com a vibração da membrana do tímpano e amplificam esta vibração como um sistema de “roldanas” transmitindo esta vibração a uma pequena membrana que se encontra encostada no estribo e oclui o canal da cóclea. (veja no desenho animado anexo). O canal da cóclea é cheio de um líquido e tem a forma em espiral como de um caracol. Com a vibração da cadeia de ossinhos que conseqüentemente faz vibrar a membrana da cóclea este liquido se movimenta dentro da espiral coclear.

A espiral é revestida internamente de células que tem cílios, que ficam embebidos neste liquido e se movimentam com a movimentação do líquido. Para melhor compreensão é como uma plantação de trigo que se movimenta com o vento em várias direções. Esta movimentação gera uma pequena energia elétrica que é transmitida ao cérebro pelo nervo da audição onde será decodificada e gerar a compreensão dos sons.


Perguntas Frequentes


best essays onlinebuy college term paperpaper writing serviceessay writer for youwrite my essay for meessay writer cheap